quinta-feira, 30 de março de 2017

Como Perder Barriga? - Semana do Emagrecimento Inteligente - 2° Vídeo


   Hello Todo mundoooo!!!!
 
   Estou no 2° Vídeo da SEMANA DO EMAGRECIMENTO INTELIGENTE  e ainda não te vi por lá!!!! Que tal se inscrever no canal, ativar as notificações e ganhar um E-Book e mais surpresinhas?
    Te espero lá hein? Corre que ainda dá Tempo! No primeiro vídeo FALEI SOBRE a tal FOME! POR QUE EU SINTO TANTA FOME??? Cá entre nós, a fome é algo que atrapalha bem na dieta né? Entenda o que é a fome, os tipos de fome, as causas e os possíveis tratamentos/soluções!!!
    E aí? Aproveita e me segue no Instagram: @luna.araujo ativa lá também as notificações e simbora!!!!

   ''Como perder barriga? Como Perder a Gordurinha da Barriga? Emagrecer rápido! Dieta para Emagrecer, Metabolismo, Dieta da Proteina...na Semana do Emagrecimento Inteligente!

Link do 1° Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=THccH... 

Instagram: @luna.araujo ou www.instagram.com/luna.araujo

Facebook: www.facebook.com/lunaraujonutricionista ''




quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Por quê não consigo emagrecer? Por quê não consigo seguir dieta?

Hello Todo Mundoo!!! Vídeo novo no meu Canal do Youtube!!! Ainda não segue? Se inscreve lá e você vai receber notificação sempre que eu postar vídeo novo!!! Esse já estava pronto há um tempo, porém a net não estava colaborando!!! Se gostar do vídeo, Clica em Gostei para eu ter noção dos assuntos que curtem! Próximo vídeo, Receitinhasss da Luninhaaa! 

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Colesterol, Triglicerídeos, Ômega 3 e Riscos Cardiovasculares

   Hello Todo mundo!


Essa semana, tive que obrigatoriamente que revisar um material que em resumo, costumo ter bastante material guardado sobre o assunto. Porém meu computador deu problema (pasmos 4 meses de uso) e acabei tendo que pesquisar denovo artigos na internet. O que foi muito bom, pois só reforçou o que eu já sabia.
   Sem mais delongas, deixo aqui os links de dois dos quais achei bem interessante. Sendo que um deles é de Dan L. Waitzberg, Professor Associado do Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Livre-docente, doutor e mestre em Cirurgia pela FMUSP. Chefe do Laboratório de Metabologia e Nutrição em Cirurgia (Metanutri), LIM 35, do Departamento de Gastroenterologia da FMUSP, uma revisão bibliográfica e o outro é um estudo Experimental muito interessante, realizado com ratos sob a administração de ômega 3 diariamente no período de 15 dias, nos quais foram divididos em dois grupos, hipercolesterolemico e não hipercolesterolemico. Bem legal vale ler os dois. Um tem 36 páginas, e o outro menos de 10!
  Vai encarar? Vale a pena!
ômega 3- o que existe de concreto - Clique aqui -Resumo Dan L. Waitzberg

Estudo Experimental - ômegaa 3 e relaxamento endotelio


Saudações da Nutri, Luna Araujo!

Instagram: @luna.araujo
Snap: lunaaraujoo
Facebook: LunaAraujoNutricionista

quarta-feira, 20 de abril de 2016

quinta-feira, 14 de abril de 2016

ZICA VIRUS E MICROCEFALIA! COMO PREVINIR?

O medo do zika e da microcefalia multiplicou ainda mais as restrições das grávidas. Mulheres acostumadas a mudar a rotina para esperar os filhos agora também estão aprendendo a usar o repelente com frequência e vestir, segundo recomendações do próprio Ministério da Saúde, roupas de mangas compridas. Esse último cuidado, entretanto, pode gerar outros problemas de saúde: agravar o déficit de vitamina D, problema comum em nove entre cada 10 pessoas que moram em centros urbanos do país. Alguns especialistas brasileiros defendem que a atenção seja reforçada nesse momento.

O médico neurologista e pesquisador da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Cícero Coimbra é um dos defensores de redrobrar os cuidados com o déficit de vitamina D em grávidas. Utilizando-se de pesquisas recentes brasileiras e mundiais, o médico saiu em defesa do uso da substância por dois principais motivos: o primeiro deles é o de não agravar o déficit que já existe na população e o outro iria além, o de reforçar o sistema imunológico e assim conseguir evitar casos de microcefalia.

Segundo ele, o sistema imunológico do ser humano é dependente da vitamina D e, quando os níveis dela estão baixos, maior a susceptibilidade de adquirir infecções. "A imunidade inata, que depende dos níveis de vitamina D, estimula a placenta a produzir peptídeos antimicrobianos. Dessa forma, a plancenta funciona como uma barreira para os vírus, inclusive o zika", afirmou o pesquisador.

Um dos estudos apontados por Coimbra, e realizado em Minas Gerais, mostrou que 85% das mães e bebês recém-nascidos tinham déficit de vitamina D. Diante dessa falta já conhecida, o pesquisador diz que é preciso avaliar o uso de suplementação nas mulheres, para reforçar a defesa contra a ação do vírus e evitar os casos de malformação. "A dose aconselhada hoje são 600 unidades dia, mas estudos já mostraram que ela está mal calculada", afirma Coimbra.

A principal forma de estimular a produção de vitamina D é com a exposição ao sol. Como a recomendação do Ministério da Saúde para as grávidas inclui o uso de roupas de mangas compridas e muitas delas também têm evitado sair de casa com medo, alguns médicos temem que a falta do hormônio fique acentuada. No Nordeste, apesar do clima, 50% a 70% da população têm essa deficiência.

A advogada Alice Gonçalves, 32 anos, está grávida de nove meses. Por causa do zika, tem sempre à mão repelente e, quando o calor deixa, permanece de blusa de manga comprida. Mesmo antes da gestação, ela já tomava suplementação de vitamina D. "Trabalho em casa, então poucas vezes saio às ruas. Há dois anos, foi identificada a falta da vitamina e, desde então passei a tomar remédio. Agora, grávida, eu só mudei o tipo de suplementação. E, dependendo de onde for, coloco calça e blusa longa", afirmou.

Apesar do alerta, nos consultórios do Recife essa possível correlação entre vitamina D e casos de microcefalia ainda não é largamente discutida. "Vivemos em um país tropical, com grande incidência de radiação solar. Então, a dosagem de vitamina D nas gestantes não é obrigatória. Se a pessoa está se expondo pouco ao sol, o recomendado é conversar com o próprio médico, para que ele faça avaliação", recomendou o obstetra do Hospital Santa Joana Edilberto Rocha.

O indicado é uma exposição ao sol de 10 a vinte minutos por dia, com os braços e pernas expostos.

.....E SE VOCÊ LEU ATÉ AQUI, VALE A PENA VER TAMBÉM ESSE VÍDEO SUPER TOP E EXPLICATIVO DO DR. CÍCERO COIMBRA, O FAMOSO MÉDICO QUE TRATA DOENÇAS AUTO-IMUNE.

 

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Tribullus Terrestris

Vale Ressaltar que é necessário realizar exame para saber como anda seus níveis de Testosterona pois o uso do mesmo pode reduzir e/ou aumentar suas taxas atuais.
💊É uma planta da família Zygophyllaceae, seu  extrato é  obtido dos frutos secos de Tribulus Terrestris e contém esteróides, flavonóides, alcalóides e saponinas, seu uso é tradicional em países do leste europeu, para o tratamento de disfunção erétil. É uma erva utilizada na medicina tradicional Chinesa e Indiana por séculos. A planta funciona aumentando a produção do hormônio LH (hormônio luteinizante) fazendo crescer o nível de testosterona. Um estudo confirmou que além de aumentar significativamente a testosterona nos homens, a Tribulus Terrestris reforça a ereção, faz com que haja rápida recuperação após atividade sexual, reduz o colesterol e aumenta o desejo sexual. Nas mulheres houve uma concentração de hormônios, melhoria na função reprodutora, fertilidade e aumento de libido.
Devido a estes benefícios a Tribulus Terrestris é mais conhecida por ajudar na infertilidade. Na última década, a Tribulus Terrestris tornou-se popular por melhorar o desempenho esportivo. O  ganho de testosterona que a erva provoca faz com que haja maior queima de gordura no organismo, aumentando a massa muscular e a massa magra, produzindo mais energia, força física e podendo ser usada como tônico. Outras pesquisas também afirmam que há uma grande melhora na densidade mineral óssea, no metabolismo e nos níveis de imunidade, por isso seu uso é também indicado para idosos. Outros benefícios que  Tribulus Terrestris causa nas mulheres é amenizar os sintomas da TPM e da menopausa. 
A propriedade mais importante do Tribulus terrestris é o ligada à seu suposto efeito estimulante na produção de hormônios andrógenos ( hormônios masculinos). Esses hormônios masculinos, também muito importantes para o corpo feminino, regulam a libido (desejo sexual), e desenvolvimento muscular. Em virtude destas características Tribulus terrestris tem sido usado em vários países como uma planta afrodisíaca que pode aumentar a fertilidade masculina compensando eventuais deficiências hormonais.