quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Como hidratar cabelos loiros e escuros ressecados!

Quem nunca sofreu após pintar ou descolorir o cabelos?
Então. ..eu já estava quase desistindo do loiro porque meu cabelo estava ficando além de muito fino, todo embaraçado após o banho.Passava uns 30 minutos ou mais tentando pentear.
  Daí que eu fiz uma viagem pra fora do Brasil e pah...o segredinho que a minha mana contou pelo watsap estava na minja frente e super barato.
  Tinha também aquele Aussie só que a máscara já haviam sido todas vendidas.Ai meu marido resolveu comprar o 2em 1 da Aussie, que foi o que sobrou nos estoques de fim de ano de quase todas as lojas .Esse eu ainda não testei. Mas o SiliconMix....buaaahhh paaahhh fiquei louca...estava na minha frente.
   Dai tinha o mixbambu, mix sei lá mais o quê. .. fui em uma loja enquanto o marido resolvia os pepinos dele e perguntei..nesse os estoques de mixsilicon havia acabado e ela me disse que o aussie era melhor que o Silicon mix não tinha e não fez efeito no cabelo dela.
   Dai voltei na vendinha da tia da esquina e não cogitei, levei o Silicon mix do pote maior...ela disse que o silicon é o melhor para cabelos loiros devido ele hidratar...bem pelo menos foi isso que entendi. Comprei as pressas então nem deu tempo de papear.
    E o que eu posso dizer sobre ele é que.....tcharam.....É O MELHOR PRODUTO PARA CABELO RESSECADO E COM QUÍMICA QUE EU JÁ USEI.
     Coloquei ele nos cabelos e deixei tipo uns 30 minutos pois no pote diz que pode ser 5minutos ou mais de acordo com o estado do cabelo. Eu passei demais e na hora de tirar parecia que o produto havia triplicado de quantidade.Quanto mais eu tirava mais creme tinha no cabelo.
    Na hora de pentear..?perfeito! eu ia passando o pente e ia deslizando.Sem embaraços, sem dor, sem nós.
Simplesmente perfeito! E o cheiro que fica?
  Nossa parecia que eu estava com perfume. E olha que meu cabelo não pega cheiro de nada depois que eu comecei a fazer luzes.
   Outro detalhe muito bom é que devido não deixar o cabelo embaraçar, , não fica aquele horror de cabelo caindo e saindo no pente.
    Não cai quase nada...uns 3 fios no máximo.
     Aprovadissimo!!!!!!
Próximo post eu falo sobre o BEPANTOL líquido para cabelo que promete milagres segundo as blogueiras e famosinha da net no instagram. Será que ele é mesmo tudo isso que promete? Serve mesmo? Usei e na próxima eu conto.
       MixSilicon? Maravilhosooo...Até mesmo para morenas com química no cabelo, que é o caso da minha irmã.
       Suuuper recomendo! !!!!

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Batata doce

BATATA DOCE DE MICROONDAS

NOOSSA vai salvar minha dieta! No fogão demora uns 15 minutos ou mais.

DICA: o meu demorou uns 6 minutos. Quanto mais você porcionar melhor.

Na dica que li dizia para enrolar no papel toalha, como sou curiosa enrolei no papel higiênico novo para testar.

Corta, enrola no papel e molha!
Coloca no prato e....microondas!

Quanto mais porcionado melhor para cozinha direitinho nas partes mais grossas.

Dica rápida...espero que ajude.

#LunaAraujo #lunaaraujonutri #dicadanutriLuna

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

LEITE fonte de CÁLCIO? LEITE NUNCA MAIS!


Tomar Leite? NUNCA MAIS!!


Durante meu curso de Nutrição eu achava um absurdo em toda dieta ser instruida a colocar no café da manhã: LEITE!!! Não porque eu soubesse que o leite é esse VENENO!!! mas porque eu simplesmente ODIAVA LEITE (ecaaa...nata era meu trauma! quando pequena eu sempre queria vômitar ao sentir aquilo) e também porque eu simplesmente não entendia o motivo de colocar LEITE na dieta das pessoas se a cada dia mais pessoas aumentavam as estatísticas dos Intolerantes a Lactose e "infelizes"!

E tcharam.... encontrei o vídeo do Top Doctor Lair Ribeiro! E uffaaa!!! Encontrei a desculpa que eu precisava para não tomar leite de jeito nenhum! Já não tomava, nem fez falta!

Em pensar que tem gente que COMPRA CASEÍNA PRA TOMAR!!! PELO AMOOORR DE DIOS.... NO HAGA ESTO! NÃO FAÇA ISSO!!!
Coma ovos, carne, Whey Protein... seja o que for mas não cometa a burrice de pagar caro para tomar CASEÍNA!

Para não entrar em discussão ou em desméritos eu prefiro que acessem esse Link: Clique Aqui e veja todos os detalhes.
   Fuçando na internet para fazer esse post vi um Nutricionista renomadíssimo querendo defender a utilização da caseína por exemplo para pessoas iniciantes em processo de dieta e vida saudável. Mas raciocina comigo.. o cara já está no "fundo do poço" comendo salgadinhos fritos, refrigerante e etc... colocar caseína na dieta dele não faria mesmo diferença não é mesmo?
-Oi?? Repeat???
QUIÉÉÉÉÉ ISSSU BRASIIIL????

É né? o cara já está afundado na lama, empurra mais um pouquinho né???? Por quÊ não????

Oiii???


NADA no UNIVERSO justifica colocar algo que sei que é maléfico na dieta de um paciente!!!PONTO!!

E pra ficar mais explicadinhooo...... vai esse vídeo super top do titio(só que não) Lair Ribeiro!
É isso Povooo!!!! Vamos que vamooos!!!! LEITE NEVER!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Vitaminas e Hipertrofia parte II


E vamos continuar... Nutrição Funcional sem sombra de dúvidas é encantador...é um universo antigo (sim sim...a vovó sempre ensinava o que a ciência hoje comprova...viu? Escuta a vovóóó)!

É dificil admitir que na sua listinha de compras além do Whey protein, claras de ovos, chá verde e a bam bam da vez "chia", vai entrar também as VITAMINA! pAAHHHHH! Tem que entrar entendeu? Não é opção... é necessidadeeee!!! Por quê você acha que todo Whey Protein que se preze vem com Vitamina B? pois é pois é...isso isso isso!!!.... Let´s Go Babys! Vamos!


As vitaminas são classificadas em dois grupos: as lipossolúveis e hidrossolúveis, de acordo com propriedades fisiológicas e físico-químicas comuns.

As lipossolúveis são absorvidas pelo intestino humano através da ação dos sais biliares segregados pelo fígado, e são transportadas pelo sistema linfático para diferentes partes do corpo. O organismo humano tem capacidade para armazenar maior quantidade de vitaminas lipossolúveis, do que hidrossolúveis, e são solúveis em gorduras. As vitaminas lipossolúveis mais importantes para o homem são: A, D, E, K. As vitaminas A e D são armazenadas sobretudo no fígado, e a vitamina E nos tecidos gordos e órgãos reprodutores. A capacidade de armazenamento de vitamina K é reduzida.

Vitamina A (retinol):
Fonte:
acerola, vegetais verdes e amarelos (alface, couve, espinafre, salsa, batata-doce, cenoura), gordura, leite, manteiga, queijo, ovo, fígado e outras vísceras, sardinha.
Função: Essencial para o crescimento, indispensável para a qualidade da visão, da pele e do cabelo.Funciona como antioxidante.
Avitaminose: xeroftalmia (secura dos olhos).
Sinais e Sintomas: cegueira nocturna, fotofobia (hipersensibilidade à luz), hemorragia ocular, cegueira (casos mais graves), parosmia, alteração do paladar, desidratação da pele (com hiperqueratose e atrofia das glândulas sebáceas), desidratação das mucosas (com infecções frequentes).

Vitamina D (Calciferol)
Fonte:
fígado, ovo, peixes de água salgada, leite, sol (favorece a produção de calciferol pelo organismo).
Função: importante para a formação e manutenção de ossos e dentes, e influencia a absorção e metabolismo de fósforo e cálcio.
Avitaminose: raquitismo.
Sinais e Sintomas: atraso no crescimento, amolecimento do crânio, deformações ósseas, protrusão esternal, curvatura acentuada dos membros inferiores, malformação e envelhecimento precoce dos dentes, osteomalácia, raquitismo.

Vitamina E (Tocoferol)
Fonte:
abacate, avelã, aveia, batata doce, brócolos, cereais integrais, noz, trigo.
Função: importante para a atividade muscular, formação de células sexuais e sanguíneas, ação antioxidante (estabilizadora das estruturas celulares).
Avitaminose: esterilidade.
Sinais e Sintomas: distrofia muscular e fraqueza, eritema papular, descamação cutânea, anemia, catarata, derrames, disfunção neurológica (sistema nervoso, olhos e músculos); os sinais e sintomas são inespecíficos. Pensa-se que esta avitaminose favorece o aparecimento de certo tipo de neoplasias malignas (cancros).

Vitamina K (Filoquinona – Naftoquinona)
Fonte:
arroz integral, ervilha, tomate, vegetais de folhas verdes (couve-flor, espinafre, repolho), óleos vegetais, carne, fígado, leite, microflora intestinal (fornece cerca de 50% das necessidades diárias).
Função: importante na coagulação do sangue.
Avitaminose: hemorragias.
Sinais e Sintomas: aparecimento fácil de hematomas, epistaxis (perda de sangue pelo nariz), hemoptises (expectoração de sangue originário do trato respiratório), hematúria e outros problemas hemorrágicos (sem causa aparente).

As Hidrossolúveis são absorvidas pelo intestino e transportadas pelo sistema circulatório para os tecidos onde são utilizadas. O grau de solubilidade é variável e tem influência no seu trajeto através do organismo. Podem ser armazenadas no organismo em quantidade limitada, e a sua excreção é através da urina. São vitaminas solúveis em água. As vitaminas hidrossolúveis mais importantes para o homem são: B1, B2, B5, B6, B12, C, H, M e PP.

Vitamina C (Ácido ascórbico)
Função:
importante para várias reacções bioquímicas celulares. A principal função é a hidroxilação do colagéno, uma proteína que aumenta a resistência de ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos. Tem efeito antioxidante, contribui para o fortalecimento das defesas imunológicas do organismo e e aumenta a absorção do ferro no organismo.
Fontes: acerola, laranja, limão, mamão, manga, melão, morango, goiaba, batata, vegetais de folhas verdes (couve-flor, couve galega, espinafre, repolho), pimentão.
A acerola é o fruto mais rico em vitaminas A e C (a quantidade de vitamina C é cerca de trinta vezes superior à da laranja).
Avitaminose: escorbuto.
Sinais e Sintomas: cicatrização difícil de ferimentos, secura da boca e dos olhos, dentes fracos, dores articulares, gengivite, hemorragias, perda de peso, fraqueza geral, letargia, lesões escorbúticas (folículos hiperqueratósicos).

B1 (Tiamina)
Função:
respiração tecidual, metabolismo de corboidratos, equilibra o sistema nervoso e assegura o crescimento, apetite normal.
Fontes: Fígado, coração miúdos, carne de porco, gema de ovo, presunto, nozes, levedo de cerveja e germe de trigo.
Deficiência: confusão mental, fraqueza muscular, instabilidade emocional, depressão, irritabilidade, perda de apetite, letargia, beri-beri (insuficiência cardíaca e manifestações nervosas).
Excesso: Não conhecido.

B2 (Riboflavina)
Função:
conserva os tecidos, principalmente os do globo ocular. É ativamente absorvida no intestino, especialmente na presença de alimento no trato gastrointestinal.
Fontes: fígado, rim, lêvedo de cerveja, espinafre, berijenla.
Carência: dermatite seborréica; lesões nas mucosas, principalmente nos lábios e narinas;fotofobia.

B3 (Niacina, vit. PP)
Função:
A vitamina B3 é necessária para a circulação adequada e pele saudável, ajuda no funcionamento do sistema nervoso, no metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas e na produção de ácido clorídrico para o sistema digestivo. A niacina reduz o colesterol e melhora a circulação.
Fontes: Peixe, fígado, ovos, amendoim, leite, cereais integrais, tomate.
Deficiência: Sua deficiência no organismo provoca uma doença conhecida como pelagra, fadiga, irritabilidade, insônia, depressão nervosa, diarréia, dermatite, etc.

B5 (Ácido pantotênico)
Função:
Tem um papel chave no metabolismo dos hidratos de carbono, proteínas e gorduras e é por isso importante na manutenção e reparação de todas as células e tecidos.
Fontes: Ovos, rins, fígado, salmão e levedura.
Deficiência: Doenças neurológicas, lassidão, cefaléia, sonolência, náuseas, cãibras na região abdominal.

B6 (Piridoxina)
Função:
Ela está envolvida no metabolismo dos aminoácidos, no funcionamento do sistema nervoso e também na saúde da pele, e essenciais no metabolismo de carboidratos, proteínas e lipidios.
Fontes: Lêvedo de cerveja, farelo de trigo, germe de trigo, fígado, rim, coração, melão, repolho, melado, leite, ovo, carne.
Deficiência: Anomalias no sistema nervoso central, desordens da pele, irritabilidade, convulsões, anemia.
Esta vitamina é mais eficiente quando tomada com as vitaminas B1, B2, o ácido pantotênico, a vitamina C e magnésio.

Vitamina B8 (Biotina, vit H)Função: Intervém na formação da glucose a partir dos carboidratos e das gorduras, componente essencial de enzimas, participa de metabolismos vitais.
Fontes: frutas, frutos secos, gema de ovo, amendoim, fígado.
Deficiência: A carência de biotina provoca alterações na pele e língua, inapetência, insônia, náuseas, anemia, depressão, dermatite seca, palidez.

Vitamina B9 (Folato, ÁcidoFólico, vit. M)
Função:
Necessário para a síntese de DNA e RNA, trabalha com a Vitamina B12 na formação das células vermelhas do sangue, de grande importância para mulheres grávidas.
Fontes: Feijões variados e ervilhas, folhas verde escuro de vegetais como nabo verde, espinafre, alface,carne,tomate,cenoura,trigo,levedura.
Deficiência: Problemas Intestinais, pode mascarar sintomas de deficiência de Vitamina B12.

B12 (Cianocobalamina)Função: Necessária para o metabolismo de carboidratos, gordura e proteínas, atua no metabolismo do sistema nervoso, promoção do crescimento, promoção da formação e maturação das células vermelhas sanguíneas, aumenta a energia.
Fontes: Fígado, rins, leite, queijos processados, ovos e carnes.
Deficiência: Anemia perniciosa, fraqueza e fadiga, degeneração da medula espinhal; neuropatia periférica.

Dicas:
As frutas, verduras e legumes desempenham papel importante na alimentação, pois são fontes ricas de vitaminas, minerais e fibras.
Aproveite as cascas das frutas, como maçãs e pêras, mas lave-as primeiro, em vez de tomar sucos de fruta, coma a fruta inteira.
Não cozinhe demais os legumes. Acostume-se a comer alguns deles completamente crus para não perder seus nutrientes;
A melhor escolha para se manter "vitaminado", portanto, é ainda o bom e velho modo: uma alimentação nutritiva, variada e, ao contrário das pílulas, saborosa!


Fonte ( texto adaptado) : http://www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal94/nutricao_vitaminas.aspx


Quem quiser dá uma olhadinha nas Diretrizes estabelecidas das recomendações Nutricionais dos Micro e MacroNutrientes ai vai... lembre-se que esses estudos foram feitos sem levar em consideração a genética individual.
Acesse: Agência Nacional de Vigilância

domingo, 28 de setembro de 2014

Vitaminas e Hipertrofia I


Saradas? Bonitas? Lindonas? E gatas?



Todo mundo agora quer seja entrando na "faca" (o que não é nada saudável) ou seja no método FitLife Healthy!

O único problema é renda versus Net e mídia!!!! Mas esse é um papo pra outra postagem!

Então vamoooss falar sériooo...!


Quem nunca treinou musculação ao máximo, aquele treino de pernas puxadíssimo de sair bamba das pernas na hora

É incrivel que muitos atletas, individuos mortais normais, amadores, iniciantes e até mesmo Nutricionistas pecam tanto quando o quesito é MICRONUTRIENTES! Siiimmm! rapidinha: os Macronutrientes são os famosos Carboidratos, Proteinas e Lipídios(gorduras). E os Micronutrientes são as vitaminas e sais minerais!

Então vamos lá... uma super dica para otimizar seus resultados nos treinos sejam eles sem ou com cargas, seja adepto das Vitaminas e Minerais!!! Eu mesma, estava tendo altas crises de problemas de saúde. Gripando, rinite, sinusite...cheguei a ter febre (coisa que não acontecia há tempos).
Como minha vida anda meio louca, viajando sempre... os treinos abandonei há muuiitoooo! Porém as subidas e descidas de avião em diferentes climas sempre me acompanham com um lindo e belo espirro! E lá vou eu... recordar que naquele dia eu ainda não havia tomado o polivitaminico.
No meu caso, meu corpo sempre me avisa que o sistema imunológico está em declínio ou foi ativado. Mas e as pessoas que não são assim? Apresentam-se "fortes" a vida inteira e derrepente...pahhh! Problemas seríssimos de saúde! Por isso... don´t exist, não tem ninguém super man!


Pra quem treina pesado a recomendação nutricional muda um pouco...por isso procure sempre um Nutricionista ou Médico...mas de modo geral quem requer muito do corpo, necessita ingerir mais nutrientes fundamentais do que os outros.




Sabe os polivitamínicos prontos de farmácia? Então... eu odeiooo!!! Mas é melhor ingerir-los do que nada né?

A maioria delas não podem ser fabricada pelo corpo, por isso é necessário obtê-las a partir dos alimentos. Frutas e verduras, por exemplo, são ótimas fontes de vários desses micronutrientes. No entanto a gente sabe que nem sempre dá pra ter um dieta suuper rica de vitaminas! Exemplo: Suprir a necessidade de vitamina C diária é necessário ingerir no mínimo 10 copos de suco puros de laranja! E ninguém quer esse choque de frutose que vem um suco de laranja e correr o risco de não alcançar a barriguinha chapada! Mais um motivo pelo qual a complementação vitamínica ser aderida a dieta. (procure um médico e nutricionista).

Por isso se algum site disser que você ao chupar metade de uma laranja já resolveu todos os seu problemas...é MENTIRA! É óbvio que não é somente na laranja que encontra-se vitamina C!... continuemos...

No pós treino minha vitamina C sempre está ali firme e forte!!! Só que provoca gastrite principalmente quando a pessoa tem pH gástrico ácido. Sendo assim troque as capsulas efervescentes por gotas de Cetiva AE ou por comprimidos! -> eu prefiro tomar minha fórmula manipulada no Desjejum (café da manhã) e no pós treino!!! Nossa me sinto suuper segura...se viajo sem já entro em desespero!

Vamos pra aulinha? Texto ficou grande né? Então.... vou dividir em dois Posts!!!




quarta-feira, 14 de maio de 2014

O que tomar no lugar da maltodextrose no pós-treino?

       Sem dinheiro pra comprar a Maltodextrose e Maltodextrina? é Whey protein, glutamina, bcaa, polivitamínico, omega 3, 6 e 9, vitamina C, Vitamina D, Vitamina E, Picolinato de Cromo,fibras, peito de frango... uffaaa!!! Nem sempre o bolso suporta uma dieta tão By Estrelinhas do Instagran, Bloggers e Facebook!  Todo dia uma moda nova, pra um shape perfeito que cá entre nós, nem sempre condizente com o bolso e com a realidade...(Sim pasmem, pois muitos são esses "famosinhos que vivem de PMMA, silicones e procedimentos estéticos) (PMMA conhecido popularmente como Metacrilato e anda substituindo o silicone nos bumbuns das famosas).... Mas esse não é o tema de hoje!

   Voltandoooo povo meeeuu! 

 Que tal uma ajudinha no bolso e no estomado e diminuir mais um produtinho empacotado (industrializado) da dieta?
   Entãão... Nãote contei? A Famosa Melancia pode ser batida junto com o seu Whey Protein no seu pós treino substituindo a sua maltodextrose... outra alternativa (muuiito antiga por sinal é o suco natural de Uva).
    A Cada 100 gramas da fruta tem en torno de 30 a 32 calorias", conta Marcella Garcez, diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia). No entanto vale lembrar que a Melancia possui  alto índice glicêmico.

O que seria Indice glicêmico?

   Índice glicêmico é um indicador que possibilita a verificação de quanto um determinado alimento é capaz de elevar o nível de glicose no sangue e o da melancia é tido como alto.A melancia é um alimento pouco calórico (24kcal/100g), porém o seu índice glicêmico é alto (72). Este fato contraindica a ingestão desta fruta, isolada, por pacientes portadores de resistência insulínica e de diabetes do tipo . Esteticamente falando é o Indice glicêmico alto que ocasiona a tal barriguinha devido o excesso de glicose no sangue,faz com que seja convertido em ácidos gordurosos e triglicerídeos, que serão armazenados sob a forma de gordura. Mais sobre Indice Glicemico Clique Aqui.


As propriedades da melancia

Essa fruta contém muitas vitaminas, como as vitaminas A, B1, C, B2, B6, biotina, ácido fólico e niacina, além disso contém beta-caroteno, que é precursor da vitamina A e o licopeno, um nutriente funcional, igual ao do tomate, que ajuda a prevenir o câncer de próstata.
Além disso possui os minerais ferro, fósforo, cálcio, zinco e magnésio, que são de extrema importância para o funcionamento de nosso organismo.



 
Dica da Nutri
 Instagran: @lunaaraujonutri
Facebook: www.facebook.com/LunaNutricionista  Curte lá! 

domingo, 16 de março de 2014

Melatonina. Fim da Insonia? ou O milagre do antienvelhecimento?

   




 Um texto super perfeito..Explicativo sem tirar nem colocar. Acho que esse texto dá pra entender melhor sobre a Melatonina.
   Esse texto achei no site da revista SUPER INTERESSANTE e copiei na integra. Vale a pena ler por completo.
     Espero que gostem. Quem quiser saber mais sobre ou pesquisar outros assuntos no site da SuperInteressante...anexo no final.


Um hormônio secretado pela glândula pineal, localizada no cérebro, ganha cada vez mais admiradores, que tomam sua versão sintética como que bebe da fonte da juventude. A promessa: ela seria capaz até de reverter a passagem do tempo. Mas os cientistas não têm provas. Reconhecem que a substância é a responsável pela incrível pontualidade do corpo humano saudável, em que cada órgão faz a coisa certa na hora certa. Se tem efeito como remédio é outra história. Por isso sua comercialização ainda é proibida no Brasil.

Até recentemente, fora da comunidade científica, seu nome só era conhecido de poucos viajantes internacionais e pilotos. Essa gente sabia da sua fama de bloquear o jet lag, o mal-estar que alguns sentem quando mudam de fuso horário. Mas, de uns tempos para cá, a melatonina caiu na boca do povo. E como caiu. Cerca de 3 milhões de americanos não passam sem seu comprimido de melatonina toda noite e 40 000 brasileiros também não vão para cama sem ela. A maré de usuários sobe desde o final de 1995, impulsionada por livros propagando que o hormônio evitaria o envelhecimento.
“Não recomendo que ninguém tome melatonina antes de ouvir um médico”, disse à SUPER o neuroendocrinologista Russel Reiter, professor da Universidade do Texas e autor de Melatonin: Your Body’s Natural Wonder Drug (algo como: melatonina, a droga maravilhosa que o seu corpo produz), que chegou às livrarias americanas em novembro passado. Segundo o texto, “além de combater o estresse e os micróbios, melhorar a qualidade do sono, reduzir os riscos de enfartes, regular ritmos biológicos, a substância talvez proteja contra o câncer.” Ufa. Resista à automedicação quem puder.
Reiter, ao menos, estuda o assunto há 32 anos. E, apesar de ser seu fã número um e apresentar dados cientificamente corretos, reconhece: “Ainda temos muito o que pesquisar.” A cautela pode evitar a repetição do fiasco ocorrido quando o hormônio foi isolado em 1958 dentro da minúscula glândula pineal. Seu descobridor, o dermatologista americano Aaron Lerner, cismou que poderia curar uma doença de pele chamada vitiligo, em que falta o pigmento melanina. Por isso deu-lhe o nome de melatonina. Só que as duas coisas não tinham nada a ver e o próprio Lerner abandonou a investigação. Na época, porém, dois cientistas do Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos ficaram intrigados. Richard Wurtman e Julius Axelrod acertaram na mosca: “Sua fabricação era inibida pela luz do dia”, explica Axelrod à SUPER. “Só podíamos estar mexendo com uma peça do nosso relógio biológico.”

Ritmo para tirar proveito da natureza
Dia, noite, noite, dia: os seres vivos se adaptaram ao vaivém da luz criando uma rotina interna. O primeiro cientista a ter essa suspeita foi o astrônomo francês Jean-Jacques De Mairan que, em 1729, prestou atenção em uma planta da espécie Mimosa pudica que ficava ao lado de seu telescópio. Ela abria ou fechava as folhas conforme a luminosidade. De Mairan, então, resolveu guardar o vaso dentro de um baú e notou que o vegetal continuava se comportando como se acompanhasse a presença ou ausência do sol. A experiência foi relatada à Academia de Ciências de Paris que, no entanto, não deu bola.
Na época, acreditava-se que os ritmos biológicos obedeciam às mudanças naturais externas e não a uma programação do indivíduo. Mas o francês tinha razão. Segundo os atuais especialistas em cronobiologia, a agenda inte- rior não depende diretamente da luminosidade. “Se você isolar alguém em um lugar com luz artificial 24 horas, verá que os ciclos tenderão a acontecer normalmente, pelo menos durante certo tempo”, diz o neurofisiologista José Cipolla-Neto, professor da Universidade de São Paulo.
Mas se a alteração das condições ambientais persistir, o corpo vai se reprogramar passando a agir conforme esse novo software. Por isso, se você mudar para o Japão, depois de um período seu corpo aprenderá a sentir fome por volta da meia-noite brasileira, que é meio-dia no lugar em que você está morando. “Os ciclos biológicos não são efeito do ambiente, simplesmente estão sincronizados com ele.” E a sincronia ajuda a tirar proveito das fases da natureza.
De olho na luz
Assim, as plantas fazem sua fotossíntese nos momentos mais ensolarados do dia. As abelhas, por sua vez, não perdem tempo: dão seus passeios nas horas em que as flores liberam maior quantidade pólen. O corpo humano também tem seus horários (veja as ilustrações ao lado). Normalmente a melatonina, presente até nos seres unicelulares, começa a ser fabricada logo depois do anoitecer. “Seu pico no homem é por volta das 2 horas da manhã”, conta o americano Russel Reiter. O corpo compreende se é dia ou noite sabendo que há um antes e um depois da melatonina. E cada órgão tem tarefas noturnas e diurnas, com um padrão de atividade que se reinicia a cada 25,2 horas. São os ciclos de circadianos, ou seja, que duram cerca de um dia.
Há um ano, cientistas da Universidade Harvard, Estados Unidos, mostraram que a retina, no fundo dos olhos, é um órgão fundamental para corrigir a programação biológica quando necessário. A retina sempre registra impulsos luminosos, mesmo no caso dos cegos ou quando as pálpebras estão fechadas. Desse modo, no primeiro dia que você passar no Japão, a sua retina vai mandar sinais da presença de luz para o núcleo supraquiasmático, o relógio biológico. Ele, por sua vez, passa um recado à pineal: “Interrompa a sua produção de melatonina” (veja o infográfico da página 57). Se a mesma ordem se repete vários dias em seguida, a agenda acaba por se reprogramar.
Impressão digital
A questão é saber qual a “zero hora” de alguém. Há quem seja o chamado tipo vespertino preferindo ir para a cama de madrugada para acordar perto do meio dia. Nesse tipo, a produção de melatonina começa mais tarde do que no tipo matutino, que adormece cedo, despertando com os primeiros raios solares. “O perfil de produção de melatonina de cada indivíduo tende a ser único, como uma impressão digital”, diz Cipolla. Cada um, portanto, tem sua agenda exclusiva marcando os compromissos dos diversos órgãos, o que complica bastante o uso de melatonina como medicamento. “Como saber a hora exata de tomar o remédio, para não bagunçar toda essa programação?”, pergunta Andrew Monjan, do Instituto Nacional de Envelhecimento nos Estados Unidos. Por enquanto, não há resposta.

Promessas de manter a juventude
A melatonina produzida pela pineal despenca com o passar dos anos (veja gráfico abaixo). “Isso é uma boa explicação para a insônia comum na terceira idade”, diz à SUPER o neurologista americano Andrew Monjan. “Pois, de fato, os comprimidos da substância são ótimos para chamar o sono, sem causarem os malefícios dos calmantes”, afirma. No entanto, Monjan não indica o hormônio a pacientes idosos. “Sabemos dos benefícios para os insones quando a melatonina é tomada durante no máximo seis dias”, conta. “Mas ninguém faz idéia do que acontece com o uso a longo prazo.”
Para quem viaja e não se acostuma com o novo fuso horário, um comprimido ou outro podem ajustar os ponteiros do relógio biológico (veja como ele funciona ao lado). Os idosos, porém, precisariam mais do que um mero ajuste. Como falta o hormônio em seu corpo, para resolver suas noites mal dormidas eles dependeriam da substância para sempre. Por isso, os famosos comprimidos não lhes serviriam de remédio. José Cipolla-Neto, da Universidade de São Paulo, aponta outro detalhe importante: a dose. Os produtos encontrados no mercado com menor dosagem contêm 1 miligrama do hormônio. “Isso é duas a cinco vezes a quantidade que o corpo produz todo dia”, diz. “E as conseqüências do excesso são uma incógnita. Há indícios que o ciclo reprodutivo da mulher seja interrompido”, exemplifica.
A mania das megadoses surgiu com a hipótese sedutora de que seu uso prolonga a vida. Há dois anos, o cientista Vladimir Dilman, do Instituto de Pesquisa Experimental de São Petersburgo, acrescentou gotas de melatonina na água de ratos. Os bichos viveram 25% mais do que o esperado.
Combate aos radicais
Já o neurologista Walter Pierpaoli, da Fundação Biancalana Masea, na Itália, implantou uma glândula pineal novinha em folha no cérebro de uma cobaia velha e ela também ganhou 30% mais longevidade. O pesquisador americano Russel Reiter tem uma teoria para explicar a juventude esticada dos animais: “A melatonina é mais eficiente no combate aos radicais livres do que a vitamina E”, afirma. Radicais livres são moléculas produzidas durante a respiração que possuem um número ímpar de elétrons ao redor do núcleo. Como esses só gostam de viver em pares, os radicais roubam elétrons de tudo quanto é célula que encontram pela frente, causando estragos que, somados, estão por trás de males diversos, como a perda de memória na velhice e o câncer.
As defesas aumentam
Em tubos de ensaio, os cientistas já observaram que a melatonina pode fazer um tumor maligno crescer mais devagar. Também em vidrinhos de laboratório o hormônio age como uma vara de condão que multiplica as células imunológicas. “São estudos sérios, mas ainda não há garantia de que o mesmo se repita dentro do corpo humano”, opina Monjan, do Instituto Nacional do Envelhecimento. E Reiter lamenta: “Nas poucas vezes em que esses efeitos foram testados em seres humanos, foram usados pacientes à beira da morte. Mas acho que muito em breve a melatonina será examinada em gente com câncer pouco desenvolvido.”
Isso dependerá das novidades saídas da indústria farmacêutica: “Como o hormônio faz mil e uma coisas dentro do organismo, fica difícil tomar melatonina para esse ou aquele efeito sem produzir uma série de outros”, explica Cipolla, da USP. Mas os químicos estão se inspirando na substância natural para desenhar moléculas com uma única ação – anticâncer ou sonífera, por exemplo. Drogas assim, com tudo o que a melatonina tem de bom e nada do que ela pode causar de ruim, deverão chegar ao mercado nos próximos dois anos.

Para saber mais

Melatonin: Your Body’s Nature Wonder Drug, Russel Reiter, Bantam Books, Nova York, 1995.
Introdução ao Estudo da Cronobiologia, José Cipolla-Neto, Nelson Marques e Luiz Menna-Barreto, Ícone Editora, São Paulo, 1988.

Um dia cheio de compromissos sérios

7
DIA
Hormônios do estresse preparam o corpo para acordar.
NOITE
O estômago, menos ácido, suporta melhor os medicamenos

8
DIA
O coração acelera e há maior tendência a enfartes.
NOITE
A pele recebe mais sangue e os cremes fazem mais efeito.

9
DIA
As áreas da atenção no cérebro ficam mais ativas.
NOITE
A melatonina é secretada pela glândula pineal.

10
DIA
O álcool se concentra mais rápido no sangue.
NOITE
Os brônquios se contraem, aumentando o risco de asma.

11
DIA
O desempenho de modo geral diminui. Ele aumentará de novo à tarde.
NOITE
Na maioria dos indivíduos, é quando surge o sono.

12
DIA
Enzimas digestivas a todo vapor fazem bater a fome.
NOITE
Só a partir daí é que são secretados os hormônios do crescimento

1
DIA
O cérebro provoca um certo tipo de preguiça, que não depen
NOITE
O pico das contrações uterinas pode provocar partos.

2
DIA
Diminui o número de células de defesa no sangue.
NOITE
A melatonina provoca o aumento das células defensoras

3
DIA
É o momento em que se tem mais força muscular.
NOITE
Os hormônios do estresse são inibidos. O relaxamento é total

4
DIA
É o pico da temperatura corporal. As febres tendem a se elevar.
NOITE
Qualquer reação alérgica pode ser mais forte

5
DIA
Principal pico da atenção cerebral que dura até a noite.
NOITE
A glândula tireóide passa a regular o consumo de energia.

6
DIA
Os nervos muito ativados tornam as dores mais fortes.
NOITE
As articulações ficam inchadas e aumenta o reumatismo.

Um sistema com pontualidade britânica

A digestão, a renovação celular, os batimentos cardíacos – tudo obedece ao ritmo da melatonina. Entenda como ela é disparada e como age no corpo.
Relógio
Feito uma bola de gude, o núcleo supraquiasmático do cérebro se comunica com a retina dos olhos e deduz que horas são pela luz captada por eles.

Agenda
Em outro canto do cérebro, quem marca os compromissos diurnos e noturnos é a glândula pineal produtora da melatonina. O relógio manda mensagens nervosas sobre o horário (só durante a noite é que deve secretar melatonina). Mas a agenda também fica acertando seus ponteiros, conforme a estação do ano.

O alarme
A presença ou ausência da melatonina são alarmes da agenda que disparam funções cerebrais como preparar o sono ou a vigília. Mas a melatonina também age no resto do corpo.

Energia
A melatonina avisa diretamente as células a que horas elas devem absorver mais insulina, hormônio sem o qual é impossível usar a glicose como fonte de energia.

Circulação
Ela também interfere na parede dos vasos, provocando sua contração ou seu relaxamento. Controla assim as alterações de pressão no decorrer do dia.

Defesas
Sob influência do hormônio da pineal, os glóbulos brancos do sangue, que são os defensores do organismo, podem se multiplicar, aumentando seu exército.

Remédio ainda é ilegal no Brasil

“A situação da melatonina nos Estados Unidos começa a preocupar”, informa Andrew Monjan, do Instituto Nacional do Envelhecimento desse país. Por ser uma proteína, como qualquer hormônio sob o ponto de vista estritamente químico, a substância ganhou o rótulo de suplemento alimentar, como uma cápsula de vitamina. Com isso, escapa das garras mais afiadas do Food and Drug Administration (FDA), o órgão americano que controla alimentos e medicações. “Ora, comida não tem hora certa para se engolir, mas melatonina deve ter”, critica Monjan. Segundo o cientista, o horário de consumir melatonina deve ser diferente de indivíduo para indivíduo e só um exame de sangue pode determiná-lo. “Está certo que apelar para uns poucos comprimidos esporadicamente não deve atrapalhar o funcionamento do organismo”, diz. “Mas quem usa a substância diariamente, na esperança de retardar a velhice, pode estar fazendo mal a saúde em vez de bem.”
Além disso, por não se tem certeza se todas as marcas vendem de fato melatonina. No Brasil, os riscos são idênticos, já que não existe melatonina nacional. Pior: a que se vende aqui é fruto de contrabando. Não há meios legais de a substância ser importada para o comércio, uma vez que não tem registro no Ministério da Saúde. No entanto, nada impede que um brasileiro compre melatonina no Exterior para consumo próprio no Brasil. A questão ética é se os médicos deveriam ou não receitá-la, sem provas de que funcione como remédio





Texto Copiado da clique aqui: Revista Super Interesante 

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Anemia?

   
A maioria das pessoas despertam por dieta no intuito de reduzir ou aumentar de peso e por isso acabam por fazer dietas por conta própria, o que é um risco, pois geralmente as pessoas só se preocupam com os MACRONUTRIENTES (carboidrato, proteína e lipidos (gorduras)). E esquecem das Vitaminas e Minerais, ótimos e excelentes estimuladores do bom funcionamento VITAL de células de todo o corpo. O assunto é um pouco extenso, entretanto preciso. Ao contrário do que se imagina, a Anemia é um sintoma preliminar das Leucemias, e não a sua causa. Nessa situação, o que acontece é que as células doentes (leucêmicas) ocupam o espaço da medula óssea normal e não deixam a medula produzir as células normais, levando portanto a um quadro de insuficiência medular.

Nesse caso, o diagnóstico não é só de anemia, mas também de diminuição de plaquetas e glóbulos brancos (estes últimos podem estar aumentados). Os sintomas mais comuns que levam o paciente a procurar o médico são os de anemia. Daí a confusão.
Por um mundo mais saudável repassem essa informação seja via facebook, watsap, ou mesmo aos seus entes. Lembrando que por exemplo crianças super magras , sem apetite e muito sono, não indica biótipo. Seu filho pode estar com anemia. Consulte um médico ou Nutricionista e Investigue. A falta de vitaminas ,ferro, , zinco e outros minerais pode comprometer o crescimento e saúde do seu filho.
Lembrando que pessoas negras tendem a ter Anemia falciforme.
por heranca genética, o que significa que nem todas possuem.Pois as pessoas que apresentam apenas Traço Falciforme, são saudáveis e não manifestam a Doença. Mas vale a pena manter os exames em dias pra ficar por dentro do seu corpo e cuidar da saúde.
>>>> A alteração genética que determina a doença Anemia Falciforme é decorrente de uma mutação dos genes ocorrida há milhares de anos, predominantemente, no continente africano onde houve três mutações independentes, atingindo os povos do grupo lingüístico Bantu e os grupos étnicos Benin e Senegal (SERJEANT, 1998).
ENTAO VAMOS.....
ANEMIA

O que é Anemia?

Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal como resultado da carência de um ou mais nutrientes essenciais, seja qual for a causa dessa deficiência. As anemias podem ser causadas por deficiência de vários nutrientes como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. Porém, a anemia causada por deficiência de ferro, denominada Anemia Ferropriva, é muito mais comum que as demais (estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de Ferro). O ferro é um nutriente essencial para a vida e atua principalmente na síntese (fabricação) das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todas as células do corpo.

Crianças, gestantes, lactantes (mulheres que estão amamentando), meninas adolescentes e mulheres adultas em fase de reprodução são os grupos mais afetados pela anemia, muito embora homens - adolescentes e adultos - e os idosos também possam ser afetados pela anemia.
Causas

As causas da Anemia por deficiência de ferro, tanto em crianças como em gestantes, são basicamente o consumo insuficiente de alimentos fontes de ferro e/ou com baixa biodisponibilidade.
Sintomas de Anemia

Os sinais e sintomas da anemia por carência de ferro são inespecíficos, necessitando-se de exames laboratoriais (sangue) para que seja confirmado o diagnóstico de Anemia Ferropriva. Os principais sinais e sintomas da anemia por carência de ferro são:

fadiga generalizada
anorexia (falta de apetite)
palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas)
menor disposição para o trabalho
dificuldade de aprendizagem nas crianças
apatia (crianças muito "paradas").
E pro último, manchas roxas no corpo, com aparecimento sem causa.

Diagnóstico de Anemia

Para o diagnóstico da anemia, é necessário recorrer aos indicadores laboratoriais (hematológicos). O nível de hemoglobina é um dos indicadores que tem sido amplamente utilizado em inquéritos epidemiológicos para anemia, além de ser considerado adequado num diagnóstico preliminar para levantamentos em campo.

O ponto de corte proposto pela OMS para nível de hemoglobina indicativo de anemia em crianças de 6 a 60 meses e em gestantes é abaixo de 11,0 g/dl.

Tratamento de Anemia

O ferro pode ser fornecido ao organismo por alimentos de origem animal e vegetal. O ferro de origem animal é melhor aproveitado pelo organismo. São melhores fontes de ferro as carnes vermelhas, principalmente fígado de qualquer animal e outras vísceras (miúdos), como rim e coração; carnes de aves e de peixes, mariscos crus.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o leite e o ovo não são fontes importantes de ferro. Contudo, no mercado já existem os leites enriquecidos com ferro, que ajudam no combate da anemia. Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se como fonte de ferro os folhosos verde-escuros (exceto espinafre), como agrião, couve, cheiro-verde, taioba; as leguminosas (feijões, fava, grão-de-bico, ervilha, lentilha); grãos integrais ou enriquecidos; nozes e castanhas, melado de cana, rapadura, açúcar mascavo. Também existem disponíveis no mercado alimentos enriquecidos com ferro como farinhas de trigo e milho, cereais matinais, entre outros.

A presença de ácido ascórbico, disponível em frutas cítricas, e alimentos ricos em proteínas na refeição melhora a absorção de ferro proveniente de produtos vegetais, como: brócolis, beterraba, couve-flor e outros. Por outro lado, existem alguns fatores (fosfatos, polifenóis, taninos, cálcio) que podem inibir a absorção do ferro, presentes em café, chá, mate, cereais integrais, leite e derivados.

Ressalta-se que o leite materno é considerado fator protetor contra Anemia por deficiência de ferro devido à alta biodisponibilidade do ferro existente. Estudos evidenciam associação de anemia em crianças que tiveram pouco tempo de aleitamento materno exclusivo, alimentação prolongada com leite de vaca e com a introdução da alimentação complementar precoce.


Beijos Beijos da Luna Araujo Nutricionista

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Resveratrol

   

  
Que tal tomar uma dose diária de Vinho?
Resveratrol é uma das recentes descobertas dos pesquisadores. Seu uso já pode ser manipulado e muitos já são adeptos dos cremes faciais e corporais com esse polifenol.
Vale ressaltar que quanto mais intensa for a cor, quer do vinho quer das uvas, tanto maior o seu conteúdo em polifenóis. Além do resveratrol, existem outros polifenóis com interesse para a saúde humana, tais como os taninos, flavonas e os ácidos fenólicos.

Previne o surgimento de placas que dão origem à aterosclerose, que causa a obstrução dos vasos sanguíneos.

Temporada no Brasil! Luna Araujo! Consulte conosco e aprenda os motivos para ter um novo hábito alimentar! Seu intestino, seu corpo e seu humor agradecerão! Ainda há tempo. 098. 8134.9737 e e.mail: lunamayarha@gmail.com


Visite a nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/LunaNutricionista